Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Jaburu Distribuidora

Jaburu Distribuidora

Rei das Latas

Rei das Latas

Redes Sociais

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

terça-feira, 24 de maio de 2011

Fazendeira investigada por promover safári ilegal é multada em R$ 115 mil

É a segunda penalidade imposta pelo Ibama desde a Operação Jaguar II. Delegacia da Polícia Federal em Corumbá ainda investiga o caso.

Reprodução

A fazendeira investigada pela Polícia Federal por promover safáris ilegais no Pantanal de Mato Grosso do Sul recebeu duas multas do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), que somadas chegam a R$ 115 mil por caça profissional e por causar danos a uma unidade de conservação ambiental.
No município de Rio Negro, ela é dona de uma propriedade rural que faz parte da reserva estadual do patrimônio natural.
Logo após a Operação Jaguar II, deflagrada em 5 de maio, o órgão tinha aplicado multa de R$ 105 mil por caça ilegal e abate de animais ameaçados de extinção. Durante a ação policial foram apreendidos dois crânios de onça, 16 galhadas de cervos do pantanal e uma pele de sucuri medindo 3,5 metros.
As investigações da Polícia Federal e do Ibama tiveram início há cerca de um ano, com base em indícios de que uma quadrilha especializada em realizar safáris para estrangeiros agia em todo o Pantanal. A Operação Jaguar I levou à prisão oito pessoas em julho de 2010.
Entre as provas obtidas pela polícia está um vídeo que mostra a matança de duas onças – uma parda e outra pintada, que está em extinção – com a presença da fazendeira nas imagens. A delegacia da Polícia Federal em Corumbá ainda não concluiu o inquérito.

G1 MS
Postar um comentário

Publicidade II