Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

domingo, 25 de outubro de 2009

Acordo climático não deve deter países em desenvolvimento--Opep



LONDRES (Reuters) - As conversas sobre as mudanças climáticas da ONU, em dezembro, não devem deter países em desenvolvimento e devem buscar uma solução vitoriosa para ambos os lados na luta contra as mudanças no clima, disse o secretário-geral da Opep nesta quinta-feira.
Abdullah al-Badri, que participará das conversas em Copenhague em dezembro, disse também ser importante que a captura e o armazenamento de carbono --tecnologia com o potencial de limpar o carvão e o uso de petróleo-- seja desenvolvida.
"Todos devem sentir que estão ganhando alguma coisa. Se você sair de Copenhague sem uma situação de conquista, então não será implementado", disse a repórteres em Londres o chefe da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).
"Copenhague não deve obstruir o desenvolvimento de nações em desenvolvimento. Você tem 2,6 bilhões de pessoas sem energia adequada neste momento", acrescentou.
A Opep inclui os maiores produtores de petróleo no mundo, que estão preocupados com os esforços para limitar o uso de combustíveis fósseis.
O principal negociador para assuntos climáticos da Arábia Saudita, maior produtor de petróleo da Opep, disse em abril que as conversas sobre mudanças climáticas na ONU ameaçam a sua "sobrevivência".
Em um sinal da importância dos encontros em Copenhague para a Opep, os delegados do cartel disseram que o grupo alterou as datas de seu encontro em dezembro para evitar que ocorra nos mesmos dias do encontro sobre clima.
(Reportagem de Alex Lawler)


REUTERS

Postar um comentário

Publicidade II