Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Publicidade II

Publicidade II

domingo, 25 de outubro de 2009

Campo Grande, MS constrói casa mais eficiente

As obras de construção da primeira casa sustentável de Campo Grande já estão em estágio avançado. Foram erguidas as paredes – feitas com tijolos de RCD, resíduos da construção civil e demolição -, e finalizados o contra-piso – a matéria-prima é de concreto com raspas de pneus-, o madeiramento e a cobertura, com telhas também de RCD.
“A idéia do projeto da casa é mostrar soluções sustentáveis, e motivar as empresas a utilizarem outras técnicas construtivas que levem em conta a preservação do meio ambiente”, explica o arquiteto da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Júlio Lima Vera. A residência tem cerca de 31 metros quadrados e foi projetada nos moldes de uma casa popular da Emha (Agência Municipal de Habitação).

A Semadur ainda não contabilizou os custos totais do projeto para fazer um comparativo entre a construção convencional e a sustentável. “Queremos aliar economia à solução sustentável”, revela Júlio.

A edificação terá sistemas de reaproveitamento da água da chuva e aquecimento solar. Com o emprego de tecnologias alternativas a prefeitura busca amenizar os impactos ambientais causados pelo setor da construção civil, considerado um grande consumidor de energia e de recursos naturais.

A casa modelo, que estará aberta à visitação pública, está sendo construída no bairro Carandá Bosque I, próximo à nascente do córrego Sóter. A Semadur pretende também utilizar a residência como ferramenta para trabalhos de educação ambiental.


Midiamax 
 
Postar um comentário

Publicidade II