Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Serys anuncia participação em reunião preparatória para conferência climática da ONU

[Foto: senadora Serys Slhessarenko ]

A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) anunciou, em discurso nesta terça-feira (20), sua participação no Fórum sobre Mudanças Climáticas de Legisladores, em Copenhague, na Dinamarca, entre os dias 23 e 25 deste mês. Ela será a coordenadora da delegação de legisladores brasileiros, que inclui o senador Renato Casagrande (PSB-ES) e os deputados federais Antonio Palocci (PT-SP) e Luciano Pizzato (DEM-PR).
O encontro, promovido pela Organização Mundial de Legisladores por um Meio Ambiente Equilibrado (Globe International), servirá como uma reunião preparatória para a 15ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-15), que acontecerá entre 7 e 18 de dezembro também em Copenhague.
As discussões, informou a senadora, estarão voltadas à formulação de propostas para o controle das mudanças climáticas pós Protocolo de Kyoto . Serys manifestou o seu otimismo em relação ao encontro, baseado em notícias segundo as quais o Brasil irá propor que os países ricos - os maiores poluidores - financiem os fundos climáticos.
Na opinião de Serys Slhessarenko, o Brasil não pode concordar com a diminuição no rigor das metas para redução das emissões de gases que causam o efeito estufa, principalmente por parte das nações mais desenvolvidas.
- Tenho certeza de que as dimensões da economia brasileira, as floresta tropicais, a matriz energética limpa, e a reconhecida qualidade do nosso corpo diplomático nos credenciam para que venhamos a assumir um papel de protagonistas na COP-15. Nós queremos e precisamos de desenvolvimento econômico, mas com sustentabilidade ambiental - afirmou, acrescentando que falará sobre o Pantanal matogrossense, com vistas a divulgar esse patrimônio natural brasileiro.
O fórum reunirá legisladores dos países membros do G-8 (Canadá, Estados Unidos, França, Alemanha, Itália, Japão, Rússia e Reino Unido), e do Brasil, China, Índia, México e África do Sul. Serys também informou que todas as despesas da viagem não serão pagas pelo Congresso brasileiro, mas sim pela própria Globe International.
Em apartes, os senadores Renato Casagrande (PSB-ES), Tião Viana (PT-AC) e Osvaldo Sobrinho (PTB-MT) demonstraram otimismo quanto à participação do Brasil tanto na reunião de legisladores quanto na COP-15.


Agência Senado


Postar um comentário

Publicidade II