Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

sábado, 14 de novembro de 2009

Amazonas - Semmas retira invasores de área de preservação ambiental em Manaus

MANAUS – A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com apoio do Batalhão de Policiamento Ambiental da Polícia Militar (PM) e Polícia Civil, retirou na manhã de hoje (14), cerca de 60 famílias que invadiram uma área de preservação ambiental, no loteamento ‘Paraíso Tropical”, no Tarumã, zona Oeste de Manaus. De acordo com a Semmas, a área verde, invadida há duas semanas, possui 60 mil metros quadrados.

A Secretaria tentou na última quarta-feira (11) retirar os invasores, mas não conseguiu por falta e apoio da Polícia Militar (PM).

A área esta degradada apresenta focos de queimadas e desmatamento. No local, invasores desmataram parte da floresta para construir barracos, improvisados com lonas e madeira da própria reserva.

A Semmas estima que as queimadas causadas na invasão contribuíram para a nuvem de fumaça que encobriu a cidade ontem (13). Os técnicos disseram ainda que a invasão causou impacto ambiental na área, cujos danos estão sendo avaliados para recuperação.

Primeira tentativa
Ainda na quarta-feira (11) quando a Semmas esteve no local, vários crimes ambientais foram identificados. Vários animais característicos da fauna da região foram vistos fugindo do local, tais como, bicho preguiça, pássaros de várias espécies e macacos. Os animais ficaram expostos diante do desmatamento e buscavam abrigo.

Em decorrência das queimadas, um bicho preguiça não conseguiu fugir e ficou preso em um tronco de árvore entre as chamas no local.

A equipe da Reserva Ecológica Sauim Castanheira‘ foi chamada para resgatar o animal. Ele inalou muita fumaçã, mas deve se recuperar, informou a Semmas.
         
Loteamento

Segundo a secretaria, a área de preservação faz parte de um loteamento particular, cujo proprietário ,de nome na revelado, já faleceu. A área foi adquirida por ele em 1990 dentro das normas de preservação ambiental previstas em lei.

A Semmas explicou que o proprietário poderia construir imóveis no local desde que mantivesse preservada cerca de 60% da área verde existente.
 
Outra retirada
Cerca de 70 famílias que invadiram uma área de preservação ambiental no leito do Igarapé do Mindu, no bairro Parque das Graças, zona Norte de Manaus foram retiradas do local no último dia (22), em cumprimento a uma determinação judicial de reintegração de posse.

De acordo com o comandante de Policiamento Ambiental George Chaves, a retirada ocorreu de maneira pacífica. Segundo ele, não foi registrada nenhuma resistência ou tentativa de confronto dos moradores com a polícia.

O secretário de Limpeza Pública, Paulo César Cavaletti informou que três caminhões e 50 homens da secretaria foram destacados para a operação.



Florêncio Mesquita - Portal Amazônia



Postar um comentário

Publicidade II