Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Jaburu Distribuidora

Jaburu Distribuidora

Rei das Latas

Rei das Latas

Redes Sociais

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

terça-feira, 12 de julho de 2011

Polícia ambiental multa produtora em R$ 60 mil por assoreamento em MS


PMA encontrou nove processos erosivos
(Foto: Divulgação/PMA)
A Polícia Militar Ambiental (PMA) aplicou multa de R$ 60 mil a proprietária de uma fazenda em Bataguassu, a 335 quilômetros de Campo Grande, por conta de erosões que causavam assoreamento do rio Água Branca e degradação de Áreas de Preservação Permanente (APP). O flagrante aconteceu  nesta segunda-feira (11), quando a equipe encontrou nove processos erosivos, localizados a 200 metros da nascente.
Segundo a PMA, os processos erosivos teriam ocorrido por falta de conservação de solo, procedimento obrigatório pela legislação nas intervenções feitas para a produção em propriedades rurais.
A polícia interditou a área e proibiu atividades agrícolas e pecuárias. A proprietária, multada em R$ 60 mil, deve apresentar projeto de recuperação em prazo máximo de 30 dias. A produtora rural de 51 anos, mora em Presidente Venceslau (SP) e pode responder por crime ambiental. Ela ainda pode recorrer da multa.
PMA determinou que fosse elaborado plano de recuperação de área degradada  (Foto: Divulgação/PMA)

Do G1 MS

Postar um comentário

Publicidade II