Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Saneamento é tema em fórum de desenvolvimento sustentável

Foto: Divulgação/Diário da Manhã

O saneamento básico em Campo Grande entrou na pauta do 2º Fórum de Desenvolvimento Sustentável realizado na sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado (Crea/MS). O assunto foi abordado em palestra ministrada na quinta-feira (16) pelo presidente da Águas Guariroba, José João Fonseca. Ele apresentou os investimentos realizados até o momento pela concessionária da Capital nos sistemas de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto. 

Os participantes do Fórum puderam conhecer, através da palestra, como a expansão do sistema de esgotamento sanitário, promovida pela Águas Guariroba através das etapas do programa Sanear Morena, impactou positivamente na saúde pública do município. “A Secretaria Municipal de Saúde elencou 15 das principais doenças causadas pela falta de saneamento e verificou que de 2005 a 2009 houve uma redução de 34% no registro dessas doenças”, explicou o presidente José João Fonseca. No período levantado pela secretaria de saúde, a Águas Guariroba duplicou o serviço de esgoto na Capital. Ainda em 2013 Campo Grande chega ao índice de 70% de cobertura da rede de esgoto que é coletado e totalmente tratado.

Além de apresentar a palestra, o presidente da Águas Guariroba conversou com os participantes e respondeu questões relacionadas a operações e ações sustentáveis desenvolvidas pela concessionária. “Acho que a participação da empresa em um evento destes é fundamental e mostra a eficiência da administração privada na área de saneamento, que precisa de tantos investimentos no país todo”, comentou o engenheiro civil Waldiney Costa da Silva, participante do encontro.

O evento, realizado pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e Crea, é promovido por um Grupo de Trabalho que debate com os profissionais ligados a estes órgãos os temas e propostas abordadas e homologadas durante a Rio+20, convenção da Organização das Nações Unidas (ONU).


MS Notícias
Postar um comentário

Publicidade II