Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Agricultores já colheram 20% da safra em todo estado

Nas propriedades da região norte a colheita encontra-se em fase mais adiantada

Chapadão do Sul é o município com maior percentual de área destinada à cultura colhida,
chegando aos 50% (Foto: Divulgação)

Aproximadamente 24,5% do milho safrinha cultivado na região Norte e 15,1% da região Sul já foi colhido conforme informações da Aprosoja/MS - Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul que viajam pelo Estado para o acompanhamento da safra. Em todo o estado já foram colheram 1,4 milhão de toneladas de milho, o que corresponde a 20% do total previsto para a safrinha 2013/14.

Na região Norte do Estado, de acordo com o Siga, Chapadão do Sul é o município com maior percentual de área destinada à cultura colhida, chegando aos 50%. Em Sonora, também na região Norte, a produtividade média registrada fica entre 100 a 117 sacas por hectare. Enquanto que em São Gabriel do Oeste, onde os agricultores já colheram 25% da área, a produtividade fica entre 120 a 139 sacas por hectare, com umidade do grão em torno de 19%, percentual que não é considerada ideal, mas já permite colheita. Costa Rica e Coxim já colheram 45% e 35% da área dedicada ao milho safrinha, respectivamente.

Ao Sul do Estado, devido ao atraso no plantio do milho, os técnicos constataram que muitas propriedades não iniciaram a colheita, tendo como previsão o início do mês de agosto. A produtividade naquela região é inferior ao Norte, variando de 80 a 100 sacas por hectare. Na evolução da colheita por município, as informações da Aprosoja/MS apontam que Rio Brilhante já retirou do campo 25% do milho cultivado, Caarapó 22%, Amambaí 20%, Dourados 15% e Maracaju 12%.

Diário Digital

Postar um comentário

Publicidade II