Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

domingo, 11 de novembro de 2012

REPAMS divulga resultado de projeto sobre serviços ambientais na próxima segunda-feira

Bonito Notícias

No próximo dia 12 de novembro serão divulgados os resultados de dois anos de pesquisas e ações da Associação de Proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural de Mato Grosso do Sul (REPAMS).

Essas ações demonstram a viabilidade da“economia verde” aplicada e integrada aos negócios do campo consolidados em Mato Grosso do Sul como lavoura, pecuária e os mais recentes modelos de desenvolvimento sustentável como o ecoturismo e a conservação ambiental.

Até hoje as principais atividades que poderiam gerar receita para garantir a sustentabilidade das RPPNs eram as de pesquisa, educação e turismo. 

A REPAMS, que executa o projeto BRPPN: Gerando Serviços Ambientais, demonstrou a viabilidade de aumentar a renda no campo com a venda de créditos de carbono de florestas conservadas ou mesmo com o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), lei que já vigora no Brasil, que paga anualmente proprietários que contribuem com a conservação e preservação da natureza.

Em 2011 e 2012 a REPAMS desenvolveu o BRPPN com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental, e calculou a quantidade dos estoques de carbono, estimou valores para os serviços providos pela natureza, que beneficiam as populações locais e regionais, e recuperou áreas degradadas de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) do Cerrado e Pantanal.
Foram beneficiadas diretamente pelo projeto seis Reservas 
Naturais do Pantanal e Cerrado:

- RPPN Dona Aracy, em Miranda;
- RPPN Fazenda São Geraldo, em Bonito;
- RPPN Rancho do Tucano, em Bonito;
- RPPN Buraco das Araras, em Jardim;
- RPPN Gavião de Penacho, em Corguinho;
- RPPN Fazenda Rio Negro.

Com o patrocínio da Petrobras, a REPAMS já promoveu a 
recuperação de mais de 100 hectares de áreas degradadas no entorno e dentro de RPPNs, e construiu um viveiro de mudas nativas na Fazenda Araçatuba, em Corguinho, com capacidade para produzir 60 mil mudas por ano. Para fomentar o processo nos municípios de Mato Grosso do Sul e em propriedades rurais ou RPPNs, o projeto também formou viveiristas florestais, para suprir uma demanda da região, a falta de mudas nativas para recuperação de áreas degradadas.

Com as ações de educação e comunicação ambiental, o BRPPN ofereceu formações sugeridas pelas populações dos cinco municípios atendidos: Aquidauana, Jardim, Bonito, Miranda e Corguinho. Mais de 400 pessoas participaram das oficinas de redes sociais, comunicação popular, radiodifusão e educação ambiental, constituindo hoje uma rede de educadores, gestores e organizações parceiras das Reservas Naturais.

Assessoria de Imprensa BRPPN
Postar um comentário

Publicidade II