Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Jaburu Distribuidora

Jaburu Distribuidora

Rei das Latas

Rei das Latas

Redes Sociais

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

PMA inicia operação para evitar pesca predatória antes da Piracema

Policiais durante fiscalização nos rios do Estado.
(Foto:Divulgação)
Com 300 policiais, começa amanhã, às 8 horas, a Operação Pré- Piracema de prevenção à pesca predatória da PMA (Polícia Militar Ambiental). A ação pretende evitar as irregularidades na pesca antes de ter início oficialmente o período da Piracema, no dia 1° de novembro.

A pré-operação será desencadeada amanhã por causa do fim de semana que será prolongado, com o feriado do funcionalismo público, na segunda-feira, 28.

A pré-operação segue até o dia 6 de novembro, um dia após o fechamento da Bacia do Rio Paraguai, onde será proibido pescar até fevereiro, quando termina a Piracema.

Já a operação Piracema começa no dia 1 de novembro e segue por quatro meses, até fevereiro.

A fiscalização terá reforço na bacia do Rio Paraná, que fica fechada para pesca a partir do dia 1° de novembro, no início da Piracema.

A operação englobará ainda a Operação Dia de Finados que começa no dia 30 de novembro e vai também até o dia 6 de novembro.

A Polícia Militar Ambiental tem reforçado em todos os anos durante todo o mês de outubro a fiscalização nos rios, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados e a quantidade de turistas e pescadores do Estado se intensifica.

Diversas irregularidades têm sido encontradas e, neste ano, vários pescadores já foram presos por pesca predatória neste mês.

Segundo o major Edenilson Queiroz, o mês de outubro requer atenção nos rios do Estado. “Precisamos ficar atentos para pesca de peixes acima do medida, uso de petrechos. Então, é bastante complicado”.

Campo Grande News
Postar um comentário

Publicidade II