Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

PMA inicia operação para evitar pesca predatória antes da Piracema

Policiais durante fiscalização nos rios do Estado.
(Foto:Divulgação)
Com 300 policiais, começa amanhã, às 8 horas, a Operação Pré- Piracema de prevenção à pesca predatória da PMA (Polícia Militar Ambiental). A ação pretende evitar as irregularidades na pesca antes de ter início oficialmente o período da Piracema, no dia 1° de novembro.

A pré-operação será desencadeada amanhã por causa do fim de semana que será prolongado, com o feriado do funcionalismo público, na segunda-feira, 28.

A pré-operação segue até o dia 6 de novembro, um dia após o fechamento da Bacia do Rio Paraguai, onde será proibido pescar até fevereiro, quando termina a Piracema.

Já a operação Piracema começa no dia 1 de novembro e segue por quatro meses, até fevereiro.

A fiscalização terá reforço na bacia do Rio Paraná, que fica fechada para pesca a partir do dia 1° de novembro, no início da Piracema.

A operação englobará ainda a Operação Dia de Finados que começa no dia 30 de novembro e vai também até o dia 6 de novembro.

A Polícia Militar Ambiental tem reforçado em todos os anos durante todo o mês de outubro a fiscalização nos rios, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados e a quantidade de turistas e pescadores do Estado se intensifica.

Diversas irregularidades têm sido encontradas e, neste ano, vários pescadores já foram presos por pesca predatória neste mês.

Segundo o major Edenilson Queiroz, o mês de outubro requer atenção nos rios do Estado. “Precisamos ficar atentos para pesca de peixes acima do medida, uso de petrechos. Então, é bastante complicado”.

Campo Grande News
Postar um comentário

Publicidade II