Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Dias de Campo levam orientações sobre Helicoverpa e cultivo de soja

Fundação MS orienta produtores rurais em 10 municípios de Mato Grosso do Sul

Com o objetivo de levar informações técnicas que auxiliem o produtor rural na tomada de decisão, a Fundação MS realiza, a partir desta semana, os já tradicionais “Dias de Campo”, em 10 municípios do Estado. Produtores rurais, técnicos agrícolas e acadêmicos poderão tirar dúvidas sobre pragas como Helicoverpa armigera e o percevejo barriga verde e sobre a cultura da soja, além da utilização de nitrogênio visando produtividade dos grãos. Até o momento, as palestras já passaram por Naviraí, Caarapó e Sidrolândia. Neste sábado, 01/02, o evento será realizado em Rio Brilhante.

Segundo o pesquisador de fitossanidade da Fundação MS, José Fernando Grigolli, ainda há muitas dúvidas quando o assunto é controle de pragas. No caso da Helicoverpa armigera, praga considerada nova no cenário brasileiro e que ataca diversas culturas, é essencial saber identificar a lagarta para que seu controle seja mais eficiente. Dessa forma, os participantes terão conhecimento acerca das técnicas de manejo, além de procedimentos de amostragem – utilizados para quantificar os insetos presentes nas lavouras, com o intuito de observar a real necessidade da aplicação de inseticidas.

Sobre a necessidade da entrada de controles químicos nas lavouras de soja e milho, o pesquisador abordará alguns exemplos comuns nas duas culturas. “Geralmente essa praga ataca após a semeadura, ou seja, direto na semente. Por isso, vamos falar sobre a quantidade de insetos e a aplicação dos produtos”, explica o pesquisador.

Cultivares de soja geneticamente modificadas também serão abordadas nos dias de campo, por meio de palestras ministradas pelo pesquisador de fitotecnia soja da Fundação MS, Carlos Pitol. Assuntos como produtividade e rentabilidade ao produtor estão na pauta. “A cada ano novas cultivares são recomendadas, pois o melhoramento de soja é bastante dinâmico”, acrescenta Pitol.

Serviço: Os Dias de Campo realizados pela Fundação MS começaram nesta semana, passando pelas cidades de Naviraí, Caarapó e Sidrolândia. Neste sábado, 01, as palestras serão realizadas em Rio Brilhante.

Confira o restante do calendário:

01/02 – Rio Brilhante

03/02 – Amambai

04/02 – Maracaju

05/02 – São Gabriel do Oeste

07/02 – Campo Grande

08/02 – Antônio João

11/02 – Dourados

Mais informações podem ser obtidas junto a Fundação MS, no telefone (67) 3454-2631.

Agora MS
Postar um comentário

Publicidade II