Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Destaque

Palestra Sustentabilidade Regional realizada 24 de maio em Maracaju, MS

Alcir Muller, diretor e presidente da Revista Ambiente Global A equipe Ambiente Global agradece as autoridades que se fizeram presente ...

Jaburu Distribuidora

Jaburu Distribuidora

Rei das Latas

Rei das Latas

Redes Sociais

Fazenda Beira Rio

Fazenda Beira Rio

Samania Agropecuária

Samania Agropecuária

Doces Gotas de Mel

Doces Gotas de Mel

Publicidade

.

.
SEMENTES SERTÃO

Você bilíngue

Publicidade II

Ads

quinta-feira, 23 de abril de 2015

MS: Blitz educativa alerta motoristas sobre atropelamentos de animais na BR-262

Com o objetivo de alertar usuários da rodovia BR-262, sobre o grave problema do atropelamento de fauna na região do Pantanal Sul, no sábado (25), o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes ), realiza uma blitz educativa no Posto Guaicurus da Polícia Rodoviária Federal, partir das 08 horas da manhã.

Durante a ação, os motoristas receberão materiais informativos, uma flanela de limpeza e um lixocar para incentivar o recolhimento do lixo e o descarte no local correto, uma forma de evitar que animais sejam atraídos para as rodovias, causando acidentes. O atropelamento de animais foi o tema escolhido por causa das inúmeras espécies que vivem no Pantanal, algumas ameaçadas de extinção como tamanduá-bandeira.

A blitz é promovida em parceria com a UFPR (Universidade Federal do Paraná), por meio do ITTI (Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura). As entidades são responsáveis pela Gestão Ambiental da rodovia entre os municípios de Anastácio e Corumbá e realizam o projeto “BR-262/MS – Faço parte deste Caminho”. O objetivo é cumprir as condicionantes para a emissão ou manutenção das licenças requeridas por órgãos ambientais.

O projeto desenvolve o Programa de Monitoramento de Atropelamento de Fauna, realizado por pesquisadores da UFPR/ITTI, que cataloga os animais atropelados entre Anastácio e Corumbá. Uma vez por semana um integrante da equipe percorre o trecho de 284 km entre os dois municípios para levantar esses números.

Com base nos dados e pesquisa com usuários da rodovia, a UFPR/ITTI fez a Proposta de Dispositivos de Proteção à Fauna, que inclui em seu programa a implantação de radares nos trechos onde ocorrem mais atropelamentos, além da colocação de telas e do corte da vegetação mais densa que prejudica a visibilidade do motorista. Até o momento 20 radares já foram instalados.

Serviço: A Blitz educativa de sensibilização sobre o atropelamento de fauna na BR-262/MS, acontece no próximo sábado (25), no Posto Guaicurus da Polícia Rodoviária Federal (Miranda - MS), das 8 às 12 horas.

Campo Grande News
Postar um comentário

Publicidade II